Igreja da Graça

Igreja dos Meninos da Graça

A Igreja da Graça ou Convento de Nossa Senhora da Graça, mas especialmente conhecido por Meninos da Graça. Este monumento está situado no Largo da Graça, na Freguesia da Sé e São Pedro e foi fundado em 1511 e foi projectado pelo arquitecto Miguel de Arruda.

Este edífico é um dos exemplares do mais puro estilo renascentista, tendo nos acrotérios da fachada as famosas figuras a quem o povo de Évora chama, desde há séculos “Meninos da Graça”.

Em 1834 , o Convento da Graça foi nacionalizado e transformado em Quartel. Entrou claro em ruína perdendo-se grande parte dos seus valores sumptuários e por conseguinte foi uma grande perda para o acervo artistio da cidade de Évora.

O estado máximo da sua ruina foi no ano de 1884 com o desabamento da abóboda da Igreja, perdendo-se os seus fabulosos painéis de azulejo.

O edífico só veio a ser restaurado na segunda metade do século XX, conservando o exterior, o claustro, o refeitório e as linhas de arte renancentistas que o tornam dos mais belos monumentos da cidade de Évora.

Muitos dos altares e sinos da Igreja foram trasnferidos para  a Igreja do Convento de São Franscisco.

A Igreja da Graça está classificada pelo IGESPAR como Monumento Nacional desde 1910 e Património Mundial da UNESCO desde 2001.

[FONTE:http://pt.wikipedia.org/wiki/Igreja_da_Gra%C3%A7a_(%C3%89vora]